Novo programa de Apoio à Comunicação Social privada

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

O Governo dos Açores vai iniciar, no próximo ano, o processo de criação de um novo Programa Regional de Apoio à Comunicação Social Privada dos Açores, designado PROMEDIA II, anunciou o secretário regional da Presidência.
Vasco Cordeiro, que falava terça-feira no debate do Plano e Orçamento para 2008, referiu que a proposta a apresentar terá por base a avaliação positiva que é feita dos apoios à comunicação social privada actualmente em vigor e que já permitiram um investimento global de 1,3 milhões de euros, nas áreas da modernização tecnológica, da difusão e das iniciativas de relevante interesse.
O futuro PROMEDIA II vai reforçar as verbas disponíveis para a qualificação profissional e para os incentivos à utilização de novas tecnologias por parte dos órgãos de comunicação social sedeados nas Ilhas da Coesão, indicou.
O PROMEDIA foi criado na sequência de uma reformulação da estratégia que presidia às políticas de apoios para a comunicação social privada do arquipélago, de forma a acompanhar a nova realidade social e económica da Região.
Nesse sentido, foram substituídos os apoios concedidos para suportar as despesas de funcionamento das empresas privadas de comunicação social por incentivos a projectos de modernização tecnológica, difusão de produtos informativos no arquipélago e valorização profissional dos agentes da comunicação social do arquipélago.
No âmbito desta nova estratégia, tem sido apoiado o desenvolvimento de novos produtos multimédia ou a requalificação dos já existentes, a aquisição de equipamentos e programas informáticos e o desenvolvimento de redacções multimédia.
Também a circulação dos produtos das entidades beneficiárias dentro e fora da Região podem candidatar-se aos incentivos disponibilizados pelo PROMEDIA.

1 comentários:

geocrusoe disse...

Não sei porquê, mas cheira-me que o TI nada irá ganhar com isto, antes pelo contrário e o mesmo acontecerá com os restantes OCS do Faial e a ser verdade a minha suspeita, os mais prejudicados serão os que se esforçam em ser profissionais da área nesta ilha. Se me enganar também não terei complexos e assumir o meu erro. Este blog agora já está nos links do geocrusoe