Formação em Técnicas de Chefia e Liderança

quarta-feira, 16 de abril de 2008


“Se pensa que formar é caro porque não aposta na ignorância” (Unesco)


Jorge Cara Nova esteve na Horta de 7 a 11 de Abril para ministrar uma Acção de Formação em Técnicas de Chefia e Liderança.
10 formandos, de várias áreas, participaram nesta formação que decorreu no Auditório da Caixa Económica da Misericórdia e que teve como objectivo geral reforçar as competências técnicas e comportamentais na Gestão de Empresas.
Nesta formação foram abordados temas como: a empresa, conceitos de chefe e líder; influência interpessoal do líder; características do líder; processo de liderança; fontes de poder; processo de liderança; liderança contigencial; motivação; gestão do tempo/humor; delegação de competências; imagem pessoal e da empresa e inteligência emocional.
No final o balanço foi positivo, os formandos estavam satisfeitos com os objectivos e com os temas tratados. Nessa altura os formandos já conseguiam avaliar a sua capacidade para desempenhar eficazmente a sua função de chefia.
Para além disso, foram dotados das ferramentas que os permitem identificar as características pessoais facilitadoras do exercício da função de chefia e reconhecer a necessidade de as adaptar, quer aos objectivos da organização, quer ao tipo de colaboradores que lidera. Com esta formação passaram a conhecer as técnicas motivacionais para as aplicar nas diferentes situações com que se confronta a empresa bem como reconhecem a importância do seu papel na produtividade e satisfação dos colaboradores e, igualmente, no equilíbrio das interacções que se desenvolvem entre eles.
Por fim, esta acção de formação, fez com que os formandos reconhecessem a importância de estar permanentemente a evoluir e a aprender, de forma a adaptar-se às múltiplas exigências organizacionais e às mudanças contínuas, condicionadas pelo meio envolvente à sua organização.
Jorge Cara Nova é licenciado em economia, mas já há longos anos que tem feito da formação a sua área de trabalho. Nos Açores tem desenvolvido trabalhos junto das várias Câmaras do Comércio e Indústria mas incide, sobretudo em formação para as próprias empresas.
É formador nas áreas de: marketing para não especialistas; técnicas de venda; atendimento personalizado de clientes/utentes; comunicação e relações interpessoais; atendimento telefónico; comunicação e imagem pessoal/empresarial; tratamento eficaz de reclamações; imagem pessoal e capacidade de influência; inteligência emocional e gestão de comportamentos; técnicas de chefia e liderança e em trabalho de equipa.